A elevada carga tributária brasileira é um dos maiores desafios de todos os empresários que por aqui ousam criar. Nesse sentido, adotar uma estratégia tributária é essencial para o sucesso de seu negócio.

Quando você começa a realizar qualquer atividade profissional, tenha certeza, você passou a dever tributos. E a legislação brasileira é clara: não saber que não era devido, não retira sua responsabilidade de pagar tributos.

São mais de 90 espécies tributárias no Brasil. Em média, 1/3 do faturamento é utilizado para pagar tributos. Além disso, a legislação tributária é muito complexa e exige muita atenção.

Nesse sentido, muitas são as dúvidas que surgem no dia a dia:

  • Será que devo pagar todos os tributos?
  • Existe forma de reduzir os tributos que devo pagar?
  • Há possibilidade de postergar o pagamento de algum tributo?
  • Já era, estou devendo, e agora o que devo fazer?

Vamos lá…

Dever tributos não é uma boa opção.

Isso porque os juros, correções e multas que são aplicadas deixam a carga tributária ainda mais pesada. O que pode criar uma condição insustentável para sua empresa.

Da mesma forma porque, em alguns casos, dever tributo é considerado crime. Ou seja, além de ter que pagar muito caro, pode haver restrição ao direito de liberdade do empresário.

Se sua dívida for inscrita, ou seja, se tornar uma Dívida Ativa, a situação piora.

  • Pode haver execução fiscal com penhora dos bens da empresa.
  • Qualquer venda de patrimônio pode ser considerada fraude.
  • Quando há entendimento de que houve fraude contra o Fisco, pode ser aplicada multa de 150%.
  • A certidão da dívida pode ser levada a protesto e a cadastros de inadimplentes. Impossibilitando, portanto, a obtenção de crédito, participação em licitações, etc.

Há saídas…

Muitas são as possibilidades de evitar que sua empresa pague tributos desnecessariamente. Até mesmo que faça aproveitar de uma aparente desvantagem para um impulsionamento no seu negócio.

Com planejamento empresarial você pode optar pela criação de filiais, centralização de atividades, aquisição de outras empresas, abertura de franquias, etc.

Se já está em débito, não se desespere. Ainda nesse momento é possível criar uma estratégia para dar a volta por cima. Porque há parcelamentos, programas de refinanciamento com abatimentos de multas… muita coisa pode ser feita.

Portanto, tenha em mente que o momento da estruturação do seu negócio é essencial para planejar como serão os tributos sobre sua empresa.

O que costumamos ver na prática é que a economia de tributos é o lucro do empresário.

Busque assessoria especializada para estruturar sua empresa de forma a tomar proveito da carga tributária, e evitar que isso possa ser um obstáculo para seus objetivos.

Posts Recomendados